Importantíssimo é a sua Reclamação


Sua Reclamação é de Extrema Importância.

Com toda certeza ninguém gosta de ter dores de cabeça ao comprar algo que esperava ter há um bom tempo ou ir a um restaurante que, por indicação, seria "top" e ser mau tratado pelos funcionários. Não é mesmo? Mas, e na hora de fazer uma reclamação da situação? 

É tranquilo ou frustrante para você?

Se você é uma daquelas pessoas que não se segura, é sem paciência e já quer meter a boca no trombone, temos algumas dicas para você fazer sua reclamação do jeito mais tranquilo e centrado (mesmo que seja difícil para você).

1. Se acalme e reclame somente quando não quiser matar alguém

Ao pensar em fazer uma reclamação no mesmo dia em que o problema foi descoberto, muitas vezes é um erro. Você pode ficar mais frustrado ainda e se revoltar caso a empresa não te dê uma resposta rápida. Espere, respire, seja positivo e reclame somente no dia seguinte ou quando você não quiser matar ninguém.  

2. Evite ir ao atendimento presencial da empresa no auge do stress

Tentar entrar em contato com a empresa de todas as formas possíveis, é super válido. Procure na internet e-mails, telefones e atendimentos online. Pense muito bem antes ir ao atendimento presencial (se a empresa tiver), aposto que você não pretende ser processado por enforcar alguém. Mas não se esqueça, faça tudo isso quando estiver mais calmo com a situação. Tomando uma água de coco na praia ou um chá de maracujá em casa, ou até mesmo depois de um bom banho de sal grosso.

3. Abra uma reclamação no site Mary 5

Relatar o transtorno com a empresa no site da Mary 5 também é importante. A plataforma é um dos meios mais eficientes de resolução de problemas de consumo da atualidade. Muitas empresas respondem seus consumidores insatisfeitos através dos relatos registrados no site. Experimente esta opção! É bem boa!

4. Não escreva um livro de "Era uma Vez"

Seja direto e objetivo. Muitos consumidores acham que fazer uma reclamação, é tipo escrever um diário pessoal ou um livro de "Era uma Vez". Com certeza você tem o direito de se expressar, caso algo de errado aconteça, e a empresa tem o dever de te ajudar. Mas quanto mais transparente e claro for o relato, mais terão confiança um no outro.

5. Cuidado com palavrõe&#@%

Muitas pessoas vão ignorar este tópico, mas tudo bem. Quem avisa, amigo é. Tome cuidado com as palavras de baixo calão. Consumidores, empresas e estabelecimentos criam uma barreira enorme quando xingamentos e palavras preconceituosas fazem parte do processo de resolução dos problemas. Afinal você está nervoso e não doido!

Dica Reforçada

Não deixe de reclamar caso aconteça algo que você não gostou, seja qual for o nível de insatisfação! Acesse o site da Mary 5 e relate suas insatisfações. Se a empresa reclamada for boa mesmo, ela te ajudará de alguma forma! Todos os consumidores têm o direito (por lei) de se queixarem e as companhias têm o dever de ajudar.